Modelo de O.S.

BAIXAR

Plano de marketing para prestadoras de serviço

Plano de marketing para prestadoras de serviço

Na nossa série sobre marketing para serviços externos, a produção de um plano não poderia faltar. Esse planejamento pode ser feito em qualquer época do ano, desde que as ações estejam bem distribuídas e realmente efetivadas. O investimento não pode afetar outros processos da empresa. E um tópico muito importante, é fazer a avaliação dos resultados. Agora, chega de conversa e vamos partir para o ataque. Confira aqui como preparar seu plano de marketing para prestadoras de serviço.

O passo a passo aqui é básico e você pode aprimorá-lo, de acordo com o desenvolvimento das ações de comunicação. E uma coisa que é sempre importante lembrar: se algum processo não está dando certo ou o resultado esperado, cancele ou altere. Não gaste dinheiro e energia à toa.

 

Por que ter um plano de marketing para prestadoras de serviço?

Os motivos são muitos, mas a gente te orienta os principais que possam te convencer a adotar um:

  • Aumentar o reconhecimento da marca;
  • Gerar contatos com potenciais clientes;
  • Educar o mercado;
  • Gerar Autoridade;
  • Reduzir custos;
  • Aumentar a retenção de clientes.

Como está sua empresa no mercado?

Você  sabe quem é sua prestadora na fila do pão? Está em situação de constante crescimento? Estagnação?  Qual a fatia de mercado que sua empresa tem agora? Tudo isso precisa estar muito bem definido. Precisamos saber onde estamos para definir para onde queremos ir. Essa frase aplica-se muito bem aqui.

Perfil do atual consumidor

Quem é o seu cliente? O que ele compra e por qual meio (lojas físicas ou virtuais)? Seu cliente é pessoa física ou jurídica? A faixa de idade? Por qual meio se informa? Para complementar seu conhecimento sobre o tema, clique no texto: Atendimento ao Cliente: conheça seu consumidor. 

Essas perguntas e algumas outras estarão completas no nosso texto sobre público-alvo, próximo tema da nossa série.

Em geral, quem é o consumidor atual? 

Adora compartilhar histórias, boas e ruins, sobre suas experiências de consumo;

Eles agora confiam mais na indicação da família, amigos e até posts em redes sociais do que em anúncios ou outras formas de publicidade. Muitos buscam a reputação em sites como o Reclame Aqui, antes de fechar um negócio. E cada vez mais, se importam com a opinião dos outros. São altamente dependentes das opiniões dos outros (até de pessoas que não conhecem).

Sua empresa está nas redes sociais? O monitoramento é imprescindível. Qualquer ruído, reclamação ou informação não comentada por gerar a perda não só de um, mas de vários clientes e contratos. Para aprimorar a comunicação multi plataforma, acesse: Como usar as redes sociais a favor do seu negócio. 

Se você ainda tem dúvidas de fazer marketing digital, aqui vai um dado para te convencer: 70% da população mundial terá um smartphone em 2020 (segundo o Relatório de Mobilidade Ericsson). Ou seja, inclua sua marca onde a maioria da população está buscando informações. Ainda não está convencido? Tudo bem: cerca de 90% dos consumidores indicariam marcas depois de interação com elas nas mídias digitais (de acordo com a pesquisa Advertising Bureau do Reino Unido).

Clientes com boas experiências se tornam advogados da marca. Eles passam a contar histórias sobre as marcas pelas redes, a partir de notícias criadas por eles mesmos. Afinal, todos nós, direta ou indiretamente, somos criados de conteúdo, certo? Você já publicou algo nas suas redes sociais hoje? Se positivo, já fez sua parte no mundo digital, rs.

O lance é desenvolver estratégias focadas nessas informações.

O que seu produto ou serviço tem a oferecer? O que você pode transmitir com conteúdo educacional sobre a área de atuação. Mais que “vender”seu negócio, é preciso uma base de troca.

Marketing digital

Uma forma de divulgar a empresa e que pode estar no plano de marketing para prestadoras de serviço é o anúncio nas redes sociais. A melhor dica é contratar um profissional experiente para este tipo de ação. Nada de contratar aquele sobrinho que brinca de vez em quando com anúncios. Atingir o público-alvo correto, a linguagem, formato são essencial para que o rico dinheirinho investido aqui tenha sentido.

Não precisa contratar um profissional exclusivo para isso. Um freelancer ou uma agência são boas pedidas. Mas peça referências antes e também resultados de trabalhos já produzidos anteriormente.

Ver o dinheiro ir para o ralo e não ter retorno com clientes e a visibilidade esperada, é algo bem negativo para a empresa internamente.

Revisar o que vai ao ar, não apenas a gramática, mas imagens e também se o contexto faz sentido para seu cliente é importante. A gente sempre cita que você precisa saber para quem vende. Conhecer diversos aspectos dos seus clientes, seja pessoa física, seja pessoa jurídica, auxilia não só nas vendas, mas também na estratégia de marketing.

Investimento

Quando se investe em marketing digital,  o valor destinado não precisa ser alto, ainda mais no período de testes. Porém, como a Field já falou lá em cima, é preciso sempre mensurar os resultados para checar se o objetivo da campanha está em êxito.

Essa campanha não precisa ser 100% focada para vendas, ela pode ter diversos objetivos:

  • descoberta: quando seu público ainda não sabe que sua prestadora existe e passará a partir de anúncios;
  • reconhecimento: quando o público já te conhece, mas reconhece a prestadora como referência na área;
  • compra: quando a ação chama para um promoção;
  • fidelização/retenção: quando, além de comprar seu serviço, ele te recomenda e assina um contrato maior.

Para efetivar todas essas ações, te orientamos a ler as dicas do texto: Jornada do cliente: entenda a melhor hora de vender. Ali, será possível entender melhor onde seu cliente está em cada ação e promover um conteúdo adequado e que seja certeiro para cada um.

Comece já

Não espere um novo semestre ou ano para iniciar um plano de marketing para prestadoras de serviço. Enquanto você fica só no pensamento, seu concorrente já pode estar agindo e agregando valor aos clientes que poderiam ser seus.

A nossa intenção não é causar nenhum terrorismo. Pelo contrário. Queremos que você se dê tão bem no seu negócio, tanto que  desenvolvemos uma plataforma de gestão de equipes externas que auxilia a sua produtividade e organização. Se está se perguntando o que isso tem a ver com marketing, respondemos que está bem relacionado!

Gestor que tem todos os processos e ferramentas bem gerenciados, pode ter tempo de produzir e auxiliar em um bom plano de marketing para prestadoras de serviço. E com isso, fazer sua empresa decolar cada vez mais. Se ainda não conhece a gente, dá um pulo no site: www.fieldocontrol.com.br.

E não deixe de ler os demais textos da nossa série sobre marketing e sobre tantos outros assuntos que irão melhorar a qualidade da sua prestação de serviço.

 

Referência: 

KOTLER, Philip. Marketing 4.0 – do Tradicional ao Digital. Rio de Janeiro: Sextante, 2017.

PEÇANHA. Vitor. Obrigado pelo Marketing.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Modelo de Ordem de Serviço