Modelo de O.S.

BAIXAR

Prestador de serviços externos MEI: como atuar dentro da lei?

Prestador de serviços externos MEI: como atuar dentro da lei?

Há diferentes formas de contratação e com o empreendedorismo em alta, muitos prestadores de serviços estão optando trabalhar por conta, a fazer parte de uma equipe externa. Ser um Microempreendedor Individual (MEI) exige seguir algumas regras para se atuar de acordo com a lei. E como se tornar um prestador de serviços externos MEI? Será que é possível? É o que vamos descobrir nas próximas linhas!

Entre as contratações de técnicos para prestação de serviços, a MEI é uma boa pedida para o colaborador que quer ser independente e trabalhar de forma desvinculada a alguma empresa, como autônomo. Porém, é preciso se atentar para estar sempre de acordo com a regras estabelecidas. Entre as vantagens, está a emissão de nota fiscal sobre o serviço executado. O próprio Sebrae declara que o MEI se tornou um dos maiores programas de inclusão social.

Em 2019, algumas atividades foram excluídas desse tipo de regime. A Field alerta desde já sempre ficar atento às possíveis mudanças e regras que pode ser alteradas. Uma boa fonte para acompanhar as mudanças é o Sebrae.

O que é MEI?

O significado em si, já citamos lá em cima = Microeemprendedor Individual, o que corresponde a atuação do profissional como autônomo. Ao dar entrada e se tornar um profissional MEI, você passa a ter um CNPJ, que trará várias vantagens para o seu negócio. É possível abrir contas no banco e solicitar empréstimos.

  • O faturamento anual deve ser no máximo de R$ 81 mil ou R$ 6.750 por mês;
  • Não é permitido ser sócio ou titular de uma empresa;
  • Necessária a declaração anual de faturamento (DASN-Simei);
  •  O pagamento do imposto, enquadrada como Simples Nacional, no caso da prestação de serviços é de R$ 54,90 ao mês. E há isenção de demais impostos como: Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL.

Achou muito complicado? As regras quando postas todas juntas, parecem burocráticas, mas não são. Ainda, existem outros benefícios:

Você tem direito à aposentadoria, afastamento remunerado por problemas de saúde, e ao auxílio-maternidade, no caso de prestadoras mulheres.

Atuar como prestador de serviços é atividade permitida como MEI?

Na prestação de serviços, segundo o Portal do Empreendedor, existe a classificação de INSTALADOR(A) DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA DOMICILIAR E EMPRESARIAL, SEM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA E SEGURANÇA INDEPENDENTE 4321-5/00.

Prestador de serviços externos MEI

Um técnico que atua de forma autônoma tem liberdade de fazer os horários que deseja e também organizar o fluxo de visitas de acordo com o modelo de negócio. Muitos clientes até preferem fazer esse tipo de contratação, principalmente aqueles que são pessoas físicas e irão utilizar o serviço de instalação e reparo uma única vez.

O lance aqui é saber fazer uma boa publicidade para divulgação do seu trabalho e também ter uma qualidade acima da média. Por mais que existam novos meios de chegar ao cliente em potencial como a divulgação e anúncios nas redes sociais, o boca a boca continua sendo a forma mais efetiva de contratação de um profissional e até uma empresa.

Profissionalize seu negócio

Um desafio para o Prestador de serviços externos MEI é a organização. Por não ter um gestor que monta a agenda de visitas, é preciso estar bem alinhado com os processos. Mesmo atuando individualmente, algumas ferramentas são imprescindíveis como ordem de serviço, check-list e mais ainda, a pontualidade. Uma dica é utilizar o sistema de gestão de equipes externas. O custo é por técnico, ou seja, você pagará apenas pelo seu serviço e de mais ninguém. E os benefícios são infinitos. Sim! Esse sistema proporciona itens que você, sozinho, não conseguiria implementar. Ainda mais se for aquele profissional que tem a agenda super cheia (sabemos que você é). É também uma forma de profissionalizar ainda mais seu negócio.

Lembra que falamos que o boca a boca continua sendo a principal forma de recomendação boa (e má também) de um produto ou serviço? Então, dê motivos para se tornar referência na sua localidade de atuação. A gente se despede aqui, deixando o link para você conhecer mais sobre o sistema: www.fieldcontrol.com.br e também, para você que é interessado e chegou até aqui, um teste gratuito da ferramenta.

Esperamos ter tirado algumas dúvidas sobre o tema. Aqui no blog da Field, você encontra muitas outras para potencializar seu negócio e ter uma produtividade sempre em alta. Esperamos sua visita mais vezes! Venha com a Field e voe cada vez mais alto!

Referência:

Sebrae

Portal do Empreendedor

 

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Modelo de Ordem de Serviço