Modelo de O.S.

BAIXAR

Sua empresa já está adequada ao PMOC?

Sua empresa já está adequada ao PMOC?

Para saber se sua empresa está ou não adequada ao PMOC, vamos explicar do que se trata.

O PMOC é a abreviação para o “Plano de Manutenção, Operação e Controle”, exigido pela Portaria 3.523/MS para todos os edifícios de uso público e coletivo que contam com ambientes climatizados artificialmente. Isso significa que escritórios, prédios comerciais, escritórios, bares se enquadram. Além de ambientes climatizados de uso coletivo, mas restritos, como locais de processos produtos, laboratórios, ambientes hospitalares, entre outros. O PMOC é uma exigência para qualquer edificação pública e coletiva com mais de 60 mil/BTUS* em em equipamento de ar-condicionado.

O PMOC está previsto na Lei 13.589/2018, que entrou em vigor em janeiro desse mesmo ano. Com ela, artigos importantes obrigam as edificações a se adequarem, como regulamentação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A lei também estabelece o prazo de 180 dias para que os responsáveis pelos sistemas de climatização instalados anteriormente à Lei cumprissem as normas. Esse prazo venceu em julho de 2018, portanto, as regras já estão valendo.

Ao sancionar a Lei, o presidente da república Michel Temer vetou um único ponto, que previa que a responsabilidade do PMOC fosse exclusivamente de um engenheiro mecânico. Sendo assim, diferentes especialistas da área podem ser os responsáveis pelo plano. 

Apesar da obrigatoriedade do PMOC está válida há poucos meses, muitas empresas já adotavam cuidados especiais aos aparelhos de ar-condicionado. Os planos de manutenção predial. A manutenção preventiva do ar-condicionado trazem diversos benefícios. Entre eles, a maior vida útil do aparelho, melhor consumo de energia e um ambiente melhor, sem odores ruins.

E por que o PMOC é importante?

Manter o sistema de ar-condicionado bem cuidado evita, por exemplo, a depreciação dos equipamentos. E aumenta a vida útil dos aparelhos. Sem esses cuidados e as regras previstas no PMOC, o tempo de vida útil de um ar-condicionado pode cair até 70%.

Além disso, tão importante quanto economizar e manter seus aparelhos com o funcionamento ideal, as regras do PMOC também contemplam a saúde e o bem-estar das pessoas que se utilizam esses espaços climatizados.  Garantir a melhora da qualidade do ar, evitando doenças e outros problemas de saúde, é um requisito. 

Não cumpriu as regras? Cuidado com a fiscalização e a multa

Se a empresa ou edificação se enquadra na exigência da ANVISA – mais de 60 mil/BTUS em ar-condicionado – e na Portaria 3523/98, é preciso ter o PMOC. Caso contrário, sua empresa está irregular junto à Agência, quebrando leis ambientais e de segurança do trabalho. Neste caso, está sujeita à multa, que pode ultrapassar os R$ 200 mil. Bem salgada. Já pensou o impacto desse custo no fluxo de caixa? 

Algumas empresas contam com equipes terceirizadas para cuidarem de algumas manutenções. O PMOC não designa quem deve cuidar. Por isso, a utilização de equipes e técnicos externos é uma ótima opção para esse tipo de manutenção. Principalmente para pequenas e médias empresas. Já que não vale a pena ter um profissional interno para executar esse tipo de serviço. 

Atualmente, a tecnologia se tornou uma aliada no controle e gestão das equipes externas de manutenção. Oferece aos gestores aplicativos e sistemas web para cuidar de cada detalhe. Com isso, os gestores podem fazer toda coordenação dos chamados. Dessa forma, todos os clientes que solicitam visita técnica, são atendidos de forma organizada. Além de evitar atrasos e descontentamentos com atendimentos fora de hora.

Entre as soluções, a Field Control oferece aumento de produtividade para essas equipes que fazem manutenção de ar-condicionado, a partir de uma visão de todos os técnicos em um único painel. Dessa forma, o gestor pode coordenador os chamados de acordo com a habilidade de cada profissional, de acordo com a demanda. E promove maior satisfação entre os clientes atendidos.

Só para você saber…

BTU significa British thermal unit (“unidade térmica britânica”). Por meio da BTU é possível saber a potência de refrigeração do aparelho de ar- condicionado. Entender essa potência ajuda na hora de escolher o aparelho, economizando dinheiro e tempo. E a adquirir um produto mais adequado às suas necessidades.

E quantas BTUs preciso para minha empresa? É fácil.

  • Basta somar 600 para cada metro quadrado da edificação que será coberta pelo ar-condicionado, mais 600 para cada pessoa que ocupar a área;
  • Mais 600 para cada aparelho eletrônico, como geladeira, fogão e televisão, e mais 800 se o ambiente receber muito luz solar.

Vamos a um exemplo: local de 40 metros quadrados, com 10 pessoas, duas televisões e uma geladeira – 40 x 600 (metro quadrados) + 10 x 600 (pessoas) + 3 x 600 (TVs e geladeira) = 31800. Sendo assim,  ideal para o local é um aparelho de ar-condicionado com mais de 31 mil BTUs.

Exercer as atividades da sua empresa de forma legal e correta é a melhor forma de zelar pela qualidade de serviço. Dessa forma, é possível sempre manter bons clientes e também angariar mais, provocando o crescimento do seu negócio. A legislação pode ser exigente, mas se manter nas regras é essencial.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Modelo de Ordem de Serviço