Modelo de O.S.

BAIXAR

O que é preciso para ser um bom líder: os 5 passos indispensáveis

O que é preciso para ser um bom líder: os 5 passos indispensáveis

Ser responsável pelo bem-estar e sucesso de muitos funcionários é um grande desafio para assumir. Gerenciar seu próprio trabalho, gerenciar funcionários e garantir que a equipe esteja trabalhando de maneira coesa são alguns pontos do que é preciso para ser um bom líder.

Mesmo se você lê muitos artigos sobre liderança, ainda pode parecer uma tarefa colossal. Nós entendemos.

Por isso, elaboramos este guia com um passo a passo para ensinar o que é preciso para ser um bom líder com o qual os funcionários adorarão trabalhar.

Como ser um bom líder

Tornar-se um líder não é algo que acontece da noite para o dia e é uma das coisas mais difíceis de acertar. É algo que você precisa para trabalhar constantemente.

Vamos analisar o que faz um bom líder e, em seguida, analisar algumas maneiras úteis de desenvolver suas habilidades de liderança.

Qualidades de um bom líder

Os gerentes são pessoas importantes. Eles têm um enorme impacto no resultado final e no engajamento dos funcionários.

Um dos maiores problemas que as empresas enfrentam é quem eles fazem como gerente. A Gallup descobriu que as empresas não escolhem o candidato com o talento certo para o trabalho em impressionantes 82% das vezes.

Na maioria das vezes, quando alguém é promovido, é porque ele está no emprego há mais tempo, em vez de ter um talento real.

Grandes líderes geralmente têm características semelhantes que os tornam tão agradáveis.

Felizmente, a maioria dessas qualidades pode ser aprendida e desenvolvida ao longo do tempo com a prática. O que é preciso mais do que tudo é um compromisso genuíno de realmente querer ser um bom líder.

Depois de ter esse objetivo em mente, você pode trabalhar conscientemente para desenvolver essas habilidades.

A pesquisa da Gallup descobriu que os grandes líderes têm essas cinco qualidades:

  1. Eles motivam os funcionários com uma missão e visão convincentes;
  2. Eles têm a assertividade para gerar resultados;
  3. Eles criam uma cultura de responsabilidade clara;
  4. Eles constroem relacionamentos que criam confiança, diálogo aberto e total transparência;
  5. Eles tomam decisões com base na produtividade, não na política.

No Project Oxygen do Google, eles descobriram que os grandes líderes tinham essas oito qualidades:

  1. Eles são bons treinadores;
  2. Eles capacitam sua equipe e não microgerenciam;
  3. Eles expressam interesse no sucesso e bem-estar pessoal de seus membros;
  4. Eles são produtivos e orientados para resultados;
  5. Eles são bons comunicadores;
  6. Eles ajudam no desenvolvimento de carreira;
  7. Eles passam uma visão clara e estratégia para a equipe;
  8. Eles têm habilidades técnicas importantes que os ajudam a aconselhar.

Tanto a Gallup quanto o Google descobriram essas características fazendo entrevistas e analisando toneladas de dados internos, como pesquisas com funcionários.

Você pode usar suas próprias pesquisas e coletar feedback dos funcionários para entender as qualidades que eles valorizam em seus gerentes.

Muitas destas são habilidades que podem ser aprendidas e desenvolvidas. Por exemplo: aprender mais sobre inteligência emocional. Trabalhar na melhoria da inteligência emocional pode ser a chave para criar relacionamentos significativos com os funcionários.

5 pontos principais para se concentrar como líder

Como gerente, é difícil saber onde concentrar sua atenção para obter os melhores resultados.

Há muitos desafios que você enfrentará. Mas se precisar escolher apenas cinco, concentre-se nos seguintes elementos:

1. Coletar feedback de sua equipe

A ideia é estar constantemente se comunicando com a equipe e pedindo o feedback deles, tanto sobre o que você poderia fazer melhor quanto sobre o que a empresa poderia fazer melhor.

Encontre uma maneira de coletar e agir (rapidamente) no feedback. Existem muitas ferramentas de feedback de funcionários que você pode usar para facilitar o processo para você e a equipe.

O ato de simplesmente pedir o feedback deles é um sinal de que você se importa e valoriza a opinião. As vezes, isso é suficiente para aumentar a satisfação dos funcionários.

A parte mais importante disso é remover qualquer medo que os funcionários possam ter e incentivá-los a falar aberta e honestamente.

2. Fazer reuniões individuais regulares

Reuniões individuais com sua equipe permitem criar essa conexão e construir um relacionamento mais forte.

Você se conecta com cada funcionário para garantir que tudo esteja bem e que os problemas sejam resolvidos antes que fiquem grandes demais.

Uma vez por mês, reúna-se com cada membro de sua equipe para uma discussão relativamente informal.

Esta não é uma atualização de progresso. Há muitas outras maneiras de acompanhar o progresso dos membros da equipe, isso é apenas uma discussão para garantir que seus funcionários estejam satisfeitos.

3. Definir metas claras

Ter metas claras que todos possam se alinhar é um dos aspectos mais importantes da satisfação dos funcionários.

Falta de clareza, em torno de descrições de trabalho ou metas é uma das maiores razões para os funcionários ficarem infelizes ou desistirem.

Um dos frameworks de definição de metas mais populares é chamado de ‘Objetivos e Principais Resultados’, pelo fato de ser simples e fácil de mensurar.

Usando esse sistema, você define um objetivo como “ser o líder em engajamento de funcionários”, com dois ou três resultados chave para ajudá-lo a atingir esse objetivo, como “falar em três conferências” e “publicar quatro postagens de blog”.

Este é um exemplo simples, mas mostra como os objetivos são mensuráveis. É muito fácil saber se você atingiu sua marca ou não.

4. Aprender muito

Como gerente, você precisa aprender constantemente coisas novas para ajudar sua equipe.

Você pode aprender coisas sobre inteligência emocional, como lidar com os funcionários e seus problemas, até o conhecimento técnico para ajudar a responder perguntas que sua equipe possa ter.

Separe uma quantidade razoável de tempo no seu calendário para ler sobre o que é preciso para ser um bom líder e tornar-se um profissional mais completo. Leia livros sobre a área, pesquise na internet e busque por coaches de treinamento profissional.

5. Tenha um mentor

Há muito conhecimento inexplorado dentro das empresas que precisa ser melhor utilizado.

As empresas devem criar programas de mentores para emparelhar mais funcionários seniores com funcionários mais novos ou gerentes de alto desempenho com gerentes com desempenho menor

Os mentores podem ajudar e mostrar seus “segredos” do que é preciso para ser um bom líder.

Se você puder fazer desses cinco passos suas principais áreas de foco, você será um líder muito melhor, seus funcionários o respeitarão e trabalharão mais com você.

Principais conclusões

Ser um bom líder leva tempo e paciência, mas se você trabalhar duro para isso, poderá ter funcionários que sejam felizes, saudáveis ​​e produtivos.

Eles vão gostar de chegar ao trabalho e você criará uma cultura que atrai e retém os melhores talentos.

Aqui estão algumas dicas importantes para você relembrar:

  • Bons líderes são extremamente importantes para o envolvimento dos funcionários;
  • Habilidades de liderança podem ser aprendidas;
  • Defina metas claras alinhadas com a missão da sua empresa;
  • Crie um ambiente de comunicação honesto e transparente;
  • Dê aos funcionários uma voz e aja de acordo com suas preocupações;
  • Mostre aos seus funcionários que você se importa com eles.

Gostou das nossas dicas sobre o que é preciso para ser um bom líder? Compartilhe com a gente nos comentários as táticas que você utiliza para desenvolver uma boa liderança.

O Field Control é um sistema de gerenciamento para prestadores de serviços externos. O técnico recebe as atividades no celular, preenche checklists, anexa fotos e colhe a assinatura do cliente. Toda ordem de serviço é 100% digitalizada.

Entre em contato com a nossa equipe e saiba como melhorar o gerenciamento dos seus colaboradores.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Modelo de Ordem de Serviço