Modelo de O.S.

BAIXAR

Quais são os tipos de manutenções na prestação de serviços

Quais são os tipos de manutenções na prestação de serviços

Prestação de serviços e manutenção são palavras que andam quase juntas. Por mais que a instalação e reparos emergenciais façam parte da rotina de negócio, entender as manutenções não só para indicá-las corretamente aos técnicos, mas no processo de venda ao cliente, é fundamental. Como são muitas, a Field decidiu reunir todas em um único texto para te salvar na hora do aperto. E quem sabe, até compartilhá-lo com a sua equipe. A partir de agora pedimos sua total atenção para que você sabia mais e amplie seus conhecimentos sobre os tipos de manutenções na prestação de serviços.

 

Quanto mais informações você souber na ponta da língua, mais credibilidade terá com seus clientes. E não só o gestor, mas também os técnicos. Dúvidas podem surgir durante um reparo e o profissional que orientar o melhor tipo de manutenção para determinada demanda e explicar a diferença de cada uma, pode ganhar uns pontos a mais.

 

Tipos de manutenções na prestação de serviços

Será que antes de rolar a tela para baixo, você consegue dizer quais são os tipos oferecidos pelas prestadoras, independentemente do segmento? Cada um tem suas características próprias, mas no geral, as manutenções têm as mesmas definições. Claro que com algumas peculiaridades, de acordo com a área de atuação.

Como cada tipo tem sua devida importância, cada um tem seu próprio texto aqui no blog da Field. Caso tenha alguma dúvida ou queria saber mais sobre algum especificamente, é só clicar no link incluído em cada tópico, combinado?

Vamos lá:

 

Manutenção preventiva

Começando pela mais comum e conhecida. Ela previne possíveis erros e falhas que o equipamento possa ter por histórico da máquina ou até mesmo por desempenho. O agendamento é realizado de forma periódica e de acordo com a orientação do fabricante ou com a necessidade da empresa.

O intervalo desse tipo de manutenção pode ser determinado em conjunto pela prestadora mais o cliente atendido.

Para saber mais, acesse: Como manter uma receita recorrente com manutenção preventiva?

 

Manutenção corretiva

Nada mais que corrigir algo que impede o pleno funcionamento do aparelho ou maquinário. Entre todos os tipos de manutenções, é um dos que mais demanda custo, principalmente por corrigir falhas que acontecem do nada. Além da troca e peças que não estavam no orçamento.

Para saber mais, acesse: Manutenção corretiva: como melhorar sua gestão

 

Manutenção preditiva

Como está o estado do equipamento? Esse é o fator determinante para a preditiva. O foco é se adiantar a possíveis problemas. Aqui entra o estudo de dados da máquina, o comportamento e claro, o monitoramento do funcionamento. Melhora a eficiência e processamento do maquinário.

Para saber mais, acesse: Como realizar manutenção preditiva?

 

Essas três foram as primeiras porque são bem parecidas e com poucas diferenças. Tanto que preparamos um texto único, com a explicação apenas sobre as três. O material pode ser acessado no link: Manutenção preditiva, preventiva e corretiva.

 

Manutenção detectiva

Se é detectiva, é porque detecta algo. Porém, não é tão simples assim. Essa manutenção é focada naquilo que ninguém vê, não no sentido figurado, no literal mesmo. Ninguém sabe o que acontece dentro dos equipamentos e em máquinas complexas, principalmente quando param de um dia para outro, sem nenhum motivo aparente. E essa é a função desse tipo de manutenção.

Para saber mais, acesse: Manutenção detectiva: o que é e como aplicar na prestadora

 

 

Manutenção predial

Os prédios comerciais e residenciais são boa parte da demanda de serviços oferecidos na prestação de serviços. Quanto maior a circulação de pessoas, maior a demanda (e até urgência no atendimento) devido ao uso de equipamentos em maior frequência como elevadores, segurança eletrônica, telecomunicação, entre outros.

Para saber mais, acesse: Você sabe o que é manutenção predial?

Manutenção industrial

Essa aqui é bem específica para um determinado setor, o industrial. As prestadoras de serviços que atendem indústrias podem focar diretamente nele. Não é um bicho de sete cabeças e com um bom treinamento, sua empresa também pode passar a oferecê-la aos clientes.

Para saber mais, acesse: Maneiras de realizar manutenção industrial

 

 

Engenharia de manutenção

Se encaixa nas prestadoras que oferecem a manutenção industrial. Ao identificar as causas das falhas, pode evitar que o mesmo erro aconteça novamente, prevenindo a interrupção da produção e a manter o funcionamento normalizado.

E claro que todos os detalhes estão em um único texto: Como implementar engenharia de manutenção nas empresas?

 

 

 

Mais que exercer as manutenções em si, ofereça também…

 

Ferramentas adequadas para as manutenções

Sua prestadora pode sim oferecer todos os tipos de manutenções citados acima. Basta se adequar, oferecer treinamento para que os técnicos estejam preparados para atender cada demanda de acordo com a sua especificidade e também evitar surpresas e falta de conhecimento técnico durante a visita.

As ferramentas precisam ser adequadas e em bom estado de uso para que a manutenção, independentemente do tipo, seja feita de forma adequada e que faça a pena valer o contrato do cliente com você.

E quando estamos falando de ferramentas, não são apenas as utilizadas literalmente no reparo, mas as necessárias para que a vista seja executada como um todo. Por exemplo, a ordem de serviço, os relatórios fotográficos e até o acionamento ao controle de estoque para checar se a peça necessária está disponível.

 

Colha feedbacks

Ouvir e saber a opinião dos clientes sobre a qualidade do atendimento e do tratamento recebido auxilia a manter a produtividade cada vez mais crescente. Implemente ações para dar voz a quem confia no seu trabalho e fecha contrato com a prestadora.

 

Isso por se feito de diversos modos:

  • Avaliação no encerramento da visita;
  • pesquisa por e-mail;
  • dar aquela ligadinha de vez em quando para saber se está tudo bem com os serviços oferecidos.

 

E ainda, o atendimento dos técnicos em campo também precisa estar alinhado. Já pensou em como está o seu?

Caso esteja precisando melhorar esse aspecto que é essencial para manter os clientes e conquistar os novos, indicamos várias ações aqui: Como fazer um bom atendimento e encantar o cliente?.

 

Mantenha uma alta qualidade no serviço oferecido

A Field reconhece que é muita coisa para um único gestor gerenciar. Além da agenda, clientes, chamados de emergência, relatórios, estudar estratégias para manter a produtividade em alta é realmente desafiador.

 

Quando escrevemos sobre ferramentas lá em cima, indicamos alguns processos, que quando são digitais, facilitam a vida de todos: gestor, técnico e até cliente.

 

A ordem de serviço digital, por exemplo, é uma facilitadora. Assim, como a geolocalização dos técnicos em tempo real, relatórios produzidos automaticamente e outros, acessíveis a um clique. Além de proporcionar economia, melhoram o ambiente de trabalho ao eliminar estantes e abrir mais espaço no ambiente de trabalho.

 

Você pode começar, com um modelo de ordem de serviço: baixar ordem de serviço digitar gratuitamente.

 

Tudo isso, você encontra em um só lugar. O Field Control é um sistema de gestão de equipes externas que auxilia no dia a dia da prestação, sendo aliada do gestor e também dos técnicos. O funcionamento é simples, por meio de um aplicativo para os técnicos e uma plataforma web para o gestor, que mesmo na sede, sabe tudo o que acontece nas visitas, com condições de gerenciar possíveis falhas e demandas urgentes.

 

A prestadora pode começar com uma demonstração e utilizar na prática todos os processos citados acima. Basta clicar no link AGENDAR AGORA para eliminar as falhas e promover as qualidades que se serviço oferece aos clientes.

 

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.