Ficha de EPI: aprenda o passo a passo

Ficha de EPI: aprenda o passo a passo

Mais que oferecer esses equipamentos, é importante ter um documento que indique quais serão distribuídos para cada funcionário, de acordo com a função. E nada melhor e mais organizado do que ter uma ficha de EPI.

O EPI é fundamental para garantir a segurança dos técnicos e trabalhadores de uma empresa que atuam com funções consideradas de risco.

Se você ainda não tem um modelo ou não faz ideia de como preparar uma ficha de EPI, a Field vai ser aquela luz no túnel que você precisa.

A gente entende que cada modelo de negócio demanda de ferramentas diferentes para atender ao mercado de atuação, de acordo com os produtos e serviços oferecidos.

Neste modelo que vamos te oferecer, contém as informações básicas que realmente o documento precisa ter para um melhor controle, saber quais são os técnicos que adquiriram quais equipamentos e em qual época.

E mais que isso, vai orientar o gestor sobre a data da próxima entrega e quem é o responsável por aqueles equipamentos.

A ficha de EPI comprova que o funcionário recebeu o equipamento e está em condições de se proteger contra possíveis acidentes que a atividade pode acarretar.

Como fazer uma ficha de EPI?

O primeiro passo é conhecer quais são os EPIs obrigatórios, de acordo com o setor de atuação.

Existem os básicos, mas também os que variam a partir da atividade e do cargo.

A partir do momento que você decide ter um negócio que necessita ter equipamentos de segurança, é importante, antes de tudo, se manter informado sobre as regras.

E como a segurança não pode ficar de fora e deve vir em primeiro lugar, te aconselhamos a leitura: Segurança do trabalho: Equipamentos de Proteção Individual.

Agora, se você quer adiantar o processo e adquirir um modelo de ficha de EPI pronto, é só clicar:  download grátis de modelo de ficha de EPI.

Como deixar a ficha de EPI preenchida?

A primeira informação que precisar contar é o número daquela ficha.

A partir dele que você terá controle de quantas fichas já foram emitidas e mais que isso, irá proporcionar uma boa organização e fácil localização, caso uma consulta seja necessária.

Dados do funcionário/técnico

Para evitar problemas, o cabeçalho deve conter todas as informações pertinentes a respeito do funcionário.

Apenas o primeiro nome não basta.

Apelido então, nem pensar.

A empresa precisa encarar que esse documento tem um caráter sério e informativo que garante a segurança daquele funcionário ou funcionária.

Por isso, preencha logo no começo:

  • Número de Registro:
  • Cargo/função:
  • Telefone:
  • Data Admissão:
  • Data de Demissão:

Ah e com letra legível, ok?

O preenchimento pode ser eletrônico para facilitar a vida de todos. A assinatura é a prova de que a pessoa recebeu aqueles EPIs. Peça para que o documento seja assinado no ato. Nada de deixar para depois.

Declaração

Neste trecho, o funcionário declara que recebeu os itens necessários, de acordo com a atividade exercida.

Para facilitar sua vida, vamos deixar um modelo de declaração abaixo.

Modelo: 

Declaro que recebi da Empresa XXXXXXXXXXX , para meu uso obrigatório os EPI’s (Equipamentos de proteção Individual) constados nesta ficha, o qual obrigo-me a utilizá-los corretamente durante o tempo que permanecerem ao meu dispor, observando as medidas gerais de disciplina e uso que integram a NR-06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI’s – da portaria n.º 3.214 de 08/jun /1970.

Declaro saber também que terei que devolvê-los no ato de meu desligamento da empresa.

Ao fim da declaração, não esqueça da data e assinatura do profissional.

Descrição dos equipamentos na ficha de EPI

Vamos partir para o final, mas não menos importante.

No penúltimo item da sua ficha de EPI, você preenche as datas de retiradas e de possíveis devoluções, caso tenha.

Além da quantidade e também o que é cada equipamento que será retirado.

 

Observações para a ficha de EPI

Esse item não tem obrigatoriedade de preenchimento.

O responsável pode inserir algum dado caso o técnico precise substituir ou até mesmo adquirir um novo equipamento, a partir de perda ou falha.

 

Reposição dos EPIs

Alguns equipamentos são de uso pessoal e podem ser descartados.

Entre eles, toucas, luvas, óculos de plástico e fones de ouvido. Esses precisam ser repostos de tempo em tempos ou até mesmo quando há perda ou quebra.

Sim, as coisas quebram, por isso, é sempre bom ter EPIs em estoque.

Sem contar que a compra em grande quantidade te garante um bom desconto, dependendo do fornecedor.

Quer saber como controlar o que entra e sai da ficha de EPI?  Tenha uma planilha de controle: Modelo de planilha de controle de estoque.

Conscientização sobre o uso da ficha de EPI

Uma dica bem legal para conscientizar sobre o uso dos equipamentos, principalmente pelos técnicos de campo que atuam na rua, é promover atividades que tratem do tema que é muito sério, mas de forma leve.

Um café da manhã no dia de distribuição e reposição pode ser uma boa pedida.

Ou até mesmo convidar um técnico de segurança (por que não?) para explicar como usar cada item distribuído.

A segurança deve ser uma das bases de atuação da prestadora e da gestão oferecida aos técnicos.

Para se organizar, te damos algumas dicas:

Uniformes

Indo além dos equipamentos, o uniforme também faz parte da rotina.

Mais que identificação e preservar as roupas, o uniforme também pode ser considerado um item de segurança.

Dependendo do grau da química e toxicidade dos produtos utilizados nos reparos protege a saúde dos técnicos e funcionários.

Não é à toa que tem regras de uso.

É bem importante ficar atento a esse tipo de vestimenta. Você não precisa sair do blog e pesquisar no Google.

A Field tem conteúdo para te manter em alerta e atuar de acordo com a legislação. Assim, você não perde tempo e pode focar no que é realmente importante: sua produtividade.

Chega mais:  Uso de uniformes na prestação de serviços: existe regra?

 

Field quem?

Agora, se você está se perguntando quem é a Field Control que está salvando o seu tempo, sua gestão e até a segurança da sua equipe, descubra agora.

A Field é aquela parceira, aliada mesmo, das empresas de manutenção que atuam com equipes técnicas em campo.

Por meio de um sistema de gestão, é possível organizar as visitas e com as ferramentas, facilitar os processos do dia a dia aplicados nas visitas de instalação e reparo, jogando sua produtividade lá em cima.

Quer saber mais sobre a gente, o nosso site tem todas as informações: www.fieldcontrol.com.br.

E se quiser partir para o jogo e resolver boa parte dos problemas relacionados à gestão, agende uma demonstração para conhecer nosso sistema.

 

Acima de tudo, você pode contar com a nossa ajuda e suporte durante todo o processo.

Então é isso! Esperamos que nosso conteúdo tenha te ajudado.

Se preferir dicas por vídeo, claro que temos! Confira nosso canal do YouTube: Vídeo de dicas sobre gestão.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a utilizar esse site, entenderemos que você concorda com isso. Visite nossa Política de Privacidade