Modelo de O.S.

BAIXAR

A importância da cultura organizacional para equipes externas

A importância da cultura organizacional para equipes externas

Toda empresa, independentemente do tamanho e estrutura, tem sua cultura organizacional. Mesmo que os gestores e os funcionário não a conheça. É essa cultura que cria as características individuais que diferenciam as empresas umas das outras. Neste texto, vamos abordar a cultura organizacional para equipes externas.

Conceitualmente, a cultura organizacional é um padrão de premissas básicas compartilhadas que foram aprendidas por um grupo, sendo  então um produto de aprendizado compartilhado. A frase é de Edgard Schein, americano criador do conceito que contribuiu para o desenvolvimento organizacional das instituições do mundo todo.

Quanto mais a empresa conhece e aprimora sua própria cultura, mais chances de sucesso no negócio terá. Em um mercado competitivo e cenário econômico instável, aprofundar os conceitos do próprio empreendimento é fundamental para criar características diferenciáveis.  Estar em destaque no mercado é quesito de sobrevivência de qualquer empresa atualmente.

A definição da missão, visão e valores fazem parte dessa cultura organizacional. Saber quem é a empresa, onde está e para onde quer ir. Além disso, todos esses conceitos devem estar agregados aos funcionários. Ou seja, todos devem trabalhar pela mesma causa. Isso torna a cultura mais evidente e voltada para o que a empresa é ou deseja se tornar.

O que envolve a cultura organizacional de uma empresa:

  • as pessoas que são compostas por ela;
  • processos;
  • missão, visão, valores;
  • equipes;
  • resultados;
  • metas e objetivo;
  • detalhes;
  • inovação e tecnologia.

A comunicação organização está diretamente ligada à gestão de pessoas. Pode-se reparar que todos os aspectos citados acima envolvem pessoas. E o gestor precisa refletir que mesmo contratando o melhor profissional e estruturando uma equipe com grandes referências no mercado, é preciso focar na cultura.

Empresas com uma cultura bem estruturada tem equipes motivadas e engajadas pela satisfação de se trabalhar naquele ambiente, pois há um propósito comum.

Como construir sua cultura organizacional

Você já se fez a seguinte pergunta: o que é a sua empresa? Caso ela já tenha a missão, visão e valores definidos, eles são realmente seguidos? Se ainda não os têm, chegou a hora de parar e focar. Mas não encare que esses conceitos são aqueles que ficam em placas penduradas na parede. Eles devem estar presentes dia a dia do negócio na prática.

Programe um dia para construir sua cultura. Estruture uma equipe com funcionários engajados na causa da empresa e, caso tenha, una os mais antigos com os mais jovens. Dessa reunião sairá a frase que move a empresa.

Lembre-se que todos esses tópicos definidos (missão, visão e valores)  também são os mesmos dos funcionários que atuam no seu negócio e auxiliam para que a empresa esteja cada vez mais próxima ao objetivo.

Missão: o que é a empresa e o porque ela existe. Frase rápida, clara e objetiva que transmita ao cliente porque ele deve fazer parte da sua causa. É o motivo da existência da empresa.

Visão: é a finalização da missão e dos valores juntos. É o foco do seu objetivo, porém, um pouco mais à frente. Ou seja, o passo a ser dado depois do objetivo ser conquistado. Pode ser mudada com o tempo para se adaptar a realidade da empresa de acordo com os avanços do negócio.

Valores: envolve tudo aquilo que não pode ser negociado e é voltado diretamente para as equipes. Pode ser considerado uma lei dentro da empresa.

A cultura organizacional também envolve aspectos como o dress code ( código de vestimenta) . Como seus funcionários se vestem reflete um pouco do que é a empresa. Jovem e casual, com tênis e camiseta, mas comprometida com a qualidade e produto que entrega. Em caso de reuniões com clientes, a vestimenta será mais formal? O social é obrigatório: calça e camisa? Haverá regras para a casual friday (sexta-feira casual) ? Tudo isso faz parte da cultura e precisa estar bem estabelecido. Além de ser informado para os funcionários no momento da entrevista sobre a cultura.

Quando há conflito ou desentendimento entre os funcionários, como os gestores procedem? Além disso, quando há problemas pessoais envolvidos que refletem no trabalho, qual o posicionamento? Tudo isso precisa estar estabelecido dentro da cultura para não pegar os gestores de surpresa.

Outro tópico não menos importante: como anda a comunicação da sua empresa? Os funcionários, equipes e departamentos trafegam as informações necessárias?  Todos os setores envolvidos no atendimento ao cliente precisam falar a mesma língua e ter acesso a todos as informações que envolvem esse fluxo. É muito desagradável para o cliente receber informações desencontradas quando precisa solucionar um problema, tirar uma dúvida. Ou até mesmo, fechar um negócio.

Tenha disciplina e realmente foque no que está planejado. É muito comum empresas se empolgarem com novos processos, principalmente os inovadores, mas com o tempo voltam a rotina e não seguem o que tinham propagado anteriormente. E os funcionários ficam sem saber quais conceitos seguir.

Assim que a cultura organizacional estiver definida, agende uma reunião descontraída ou até mesmo um café ou almoço. Apresente para a empresa e a siga. Caso algum funcionário não se adapte, substitui-o. Lembre-se, a cultura é o reflexo da empresa.

Além disso, os gestores precisam estar incorporados na cultura. Aderir ao dress code definido e estar com a missão, visão e valores em todas as suas ações.

O uso da tecnologia na cultura organizacional

O uso de tecnologias e aplicativos direcionados ao seu negócio contribuem para uma boa cultura organizacional. Esse uso facilita toda a estrutura de processos e negócios e permite que as metas sejam batidas para que o objetivo da empresa seja alcançado da forma mais adequada possível.

As informações remotas podem ser enviadas instantaneamente, de acordo com o seu negócio. Caso atue com equipes externas, até ordens de serviços e otimização de rotas a cada novo chamado é possível fazer.

Investir em tecnologia e inovação está dentro dos parâmetros de cultura organizacional. E ter esse diferencial e estar à frente dos seus concorrentes agrega valor a todo o seu negócio. Se você inova nos conceitos com uso de novas ferramentas que facilitam os processos e satisfazem os clientes, estará mais próximo de mudar a visão da sua empresa. Pois estará cada vez mais próximo do seu objetivo.

A Field Control é um aplicativo para prestadores de serviços externos, é intuitivo, simples e poderoso para você que deseja ter uma missão bem sucedida. Tem o objetivo de ajudar a sua empresa a organizar processos internos e otimizar suas tarefas, economizando tempo e dinheiro,  entre em contato com a nossa equipe e descubra o que podemos fazer por você.

Afinal, tenha seu negócio, mas não almeje apenas o lucro. Crie uma empresa que te proporcione satisfação não só profissional, mas pessoal também. São esses negócios, com objetivo de melhorar a vida das pessoas,  os mais prósperos.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Modelo de Ordem de Serviço