Modelo de O.S.

BAIXAR

Metas e objetivos: conceitos para gestão de equipes externas 

Metas e objetivos: conceitos para gestão de equipes externas 

Metas e objetivos não têm o mesmo significado. Saber a diferença entre ambos e como aplicá-los corretamente efetiva muito bem a gestão de equipes externas. Você pode até achar que a Field está viajando ao abordar esse tema. Mas se continuar com a gente nessa leitura, vai perceber que faz mais sentido do que parece.

Os conceitos podem ser aplicados e executados em diferentes áreas da prestadora. Aliás, indicamos que todos os setores tenham suas próprias metas e objetivos, além daqueles gerais estipulados pela empresa. Mas não vamos dispersar: o nosso foco aqui é gestão de equipes externas.

E os objetivos, para que servem?

Objetivos são idealizações que realmente serão atingidas, mas com um propósito. Eles ajudam a traçar um caminho para onde a empresa quer chegar.

Para serem alcançados, é preciso de uma estratégia seguida à risca por todos os envolvidos na operação.

Nosso caso que envolve prestação de serviços, podemos dar como exemplo, a aquisição de tecnologias específicas que atendem as necessidades do setor.

Afinal, o que são metas?

Sabe aquele caminho traçado? Então, as metas entram aqui. É por elas que um determinado objetivo será alcançado. Por serem passos, elas tem validade. Ou seja, há necessidade de estipular prazos para serem realizadas e também concluídas.

Caso o objetivo da sua prestadora de serviço seja aumentar a produtividade, é necessário traçar metas. Alguns exemplos são:  quantas visitas devem ser realizadas por mês? Qual o tempo de atendimento de uma chamada, a partir da abertura da OS?

Não se esqueça de estimular metas que seja alcançáveis e que sejam possíveis.

Para estimular os profissionais envolvidos, você pode propor diversas ações, entre elas, a bonificação: Bonificação: como valorizar e fidelizar seu técnico externo.

Metas e objetivos: como aplicar na gestão de equipes externas

Vamos pegar novamente o aumento da produtividade como exemplo. Mas não é a toa. Muitas prestadoras percorrem esse objetivo de serem mais produtivas a cada mês.

Como são muitos detalhes, ferramentas e processos que estão envolvidos diretamente na prestação de serviços, além de todos os profissionais que ficam na rua a maior parte do tempo, ter um sistema que facilite a gestão é imprescindível nos dias de hoje.

Se temos uma tecnologia focada no setor, com custo viável, por que não utilizá-la para alcançar o principal objetivo da empresa?

Em determinados momentos, os gestores e responsáveis pela administração precisam quebrar tabus para traçar metas que proporcionem o crescimento esperado da empresa. Por isso, nada melhor que ampliar investimentos e aderir novas ferramentas aliadas da gestão.

Entre elas, está o Field Control, sistema de gestão de prestadoras de serviços, que atua na automatização de diversos processos, facilitando o estudo do gestor sobre os problemas que precisam ser resolvidos e as métricas alcançadas naquele determinado período.

Se você ainda tem receio de aderir novos investimentos, devido ao impacto no fluxo de caixa, sem saber se haverá resultados, a gente te dá um teste gratuito. Basta clicar AQUI e fazer uso do sistema de forma gratuita. E se você tiver qualquer dificuldade, nosso time está de prontidão para te auxiliar durante o uso, mesmo durante o período de testes.

Venha para a Field, atinja todos os seus objetivos e ofereça uma prestação de serviços de excelência para seus clientes.

 

 

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Modelo de Ordem de Serviço