Como abrir uma empresa de prestação de serviços

Como abrir uma empresa de prestação de serviços

Quando o sonho de empreender fala mais alto, ninguém segura. Vários motivos levam uma pessoa a tomar frente de um negócio próprio. Mas, você sabe como abrir uma empresa de prestação de serviços? Se o primeiro passo que é a tomada de decisão foi dado, o que você precisa agora é partir para a parte burocrática. Sim, documentos, papéis, números… Afinal, toda empresa precisa de um CNPJ para registro, pagamento, recebimento e mais outros processos para manter-se ativa.

 

E se você escolher o setor de prestação de serviço já começou bem. É o maior setor econômico do país. Mesmo em tempos pós-pandemia, está com retomada de crescimento maior a cada mês. Algumas áreas que se destacam são:

  • Informação e comunicação;
  • Transportes;
  • Serviços prestados às famílias;
  • Manutenção e instalação.

Além de muitos outros. O importante é abrir a empresa e mantê-la sempre ativa. Para partir para o atendimento em si, contratar pessoas, caso o tamanho do negócio e investimento inicial permitam, instalação da sede e outros, o básico precisa ser feito. E com ele, o processo de abertura da empresa é o primeiro de todos!

 

Como abrir uma empresa de prestação de serviços

Em primeiro lugar, pense em um nome. Existe uma diferença entre razão social e nome fantasia. No momento do registro, é importante ter a razão social já bem articulada e definitiva.

Depois, defina os custos. Vamos falar sobre isso no próximo tópico. Enquanto levanta os investimentos para a abertura, já separe os documentos exigidos.

A dica de ouro da Field sobre o tema relacionado a como abrir uma empresa de prestação de serviços é contratar uma contabilidade. Pesquise muito bem, peça indicação. O contador é um profissional fundamental para a abertura, além de esclarecer todas as dúvidas e acompanhar o processo de abertura sem erros.

Ainda, o contador poderá te orientar sobre qual regime sua empresa poderá atuar. Caso você queria ser um profissional atuando via MEI, sabia mais detalhes: Prestador de serviços MEI: como atuar dentro da lei?

Além do regime MEI, você pode optar por Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou de Médio ou Grande Porte. O que vai determinar essa classificação será o lucro anual da sua empresa.

Regime tributário

Feito isso, a próxima definição é o regime tributário. Decida-se entre EI (Empresa individual), EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou LTDA.

Como aqui estamos com foco em empresa de prestação de serviço, você não precisará escolher qual a atividade irá exercer. Porém, existem várias subclasses como atividade secundária. Escolher a que mais se encaixa no negócio é o mais correto para que a tributação seja de acordo com a atividade realmente exercida.

Com esse tópico riscado da lista, parta para a seguinte escolha: a tributação. Sim! Para sua empresa atuar, o pagamento de impostos é uma das obrigações legais.

As opções são:

  • Simples Nacional – programa simplificado de arrecadação de impostos;
  • Lucro Presumido – faturamento de até R$ 78 milhões ao ano, com porcentagens que variam entre 10,93% e 16,33% em cima do que foi faturado;
  • Lucro Real – tributos pagos em cima do lucro da empresa. No entanto, alguns impostos como PIS, COFINS e ISS são contabilizados à parte.

 

como abrir uma empresa

Saber como abrir um empresa exige organização, estudos e acompanhamento do setor no qual deseja atuar. Foto: reprodução/Pixabay

Sobre os custos 

Pesquisar antes para saber a previsão de gastos é fundamental. A Field não irá listar esses números aqui, pois cada município e Estado têm os devidos custos.

Insira também os custos com o contador e não apenas para a abertura. Durante todo o funcionamento da empresa, você precisará emitir notas, certificado digital, taxas municipais, entre outros.

Desde já, tenha o hábito de manter o fluxo de caixa atualizado. A importância e como manter esse processo em dia, te contamos melhor no texto: Fluxo de Caixa para Prestadores de Serviço. 

 

Vai ter sócio? 

Toda empresa precisa ter um contrato social. É a partir dali que ela realmente será criada e formalizada. Sabe aqueles dados básicos essenciais para o funcionamento de qualquer empresa, independentemente do tamanho? Pois bem, começam nele.

Ou seja, se a sua empresa tem sócios, os nomes de todos eles precisam constar lá. E esse documento é obrigatório, viu? Nenhuma empresa consegue operar no Brasil sem o contrato social.

Depois disso, faça o pedido de registro na Junta Comercial. Os documentos solicitados para o procedimento são bem simples:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de endereço com o IPTU do imóvel sede da empresa;
  • É casado/a? Anexe também a certidão de casamento.

E reforçando que esses documentos são os básicos e variam de acordo com o Estado e município.

Está com todos os documentos na mão e tudo certinho? Após a entrada na Junta Comercial, você terá o seu CNPJ em mãos. Mas esse ainda não é o último passo.

Estamos finalizando, não desanime. Faça um checklist com toda documentação. Dessa forma, ficará mais fácil.

 

Chegando ao fim do processo 

Com o CNPJ em mãos, a pessoa responsável pela empresa deverá fazer as inscrições municipal e a estadual.

Depois disso, sua empresa estará pronta para a atuar.

 

Modelo de ordem de serviço

Comece bem e com uma ordem de serviço completa. Você tem muito o que fazer e facilitar a sua vida é um dos nossos objetivos.

Como já citamos, a ordem de serviço é um documento essencial para diversas empresas. Na verdade, milhões delas utilizam a OS, como carinhosamente é chamada. Como é o primeiro passo para o atendimento, ter um modelo completo faz com que nada seja esquecido e tanto o funcionário, tanto o cliente terão noção do trabalho a ser executado.

Então, baixe aqui mesmo um modelo grátis e completo de ordem de serviço para empresas como a sua. Clique e receba a sua no mesmo instante. 

 

Segundo passo, depois de você saber como abrir uma empresa 

Agora que você sabe como abrir uma empresa de prestação de serviços, vamos te orientar sobre processos muito relevantes para o sucesso do seu negócio.

Tenha em mente que a organização é a base de tudo. Sem ela, nada acontece. O que é prioridade fica para trás e as tarefas secundárias muitas vezes nem podem chegar a ser feitas.

Então, desde já, estipule uma agenda. Pode ser aquela de papel mesmo ou, se você é daqueles que entraram com tudo na era da tecnologia, adote um modelo de agenda digital. Esse último tem a vantagem de ser acessado de qualquer lugar. Quando integrada a um sistema com mais processos, a agenda é atualizada automaticamente.

Depois que você organiza a sua rotina e da galera que vai trabalhar na sua empresa, organize os processos!

Dependendo do setor que você vai atuar, a ordem de serviço será um documento fundamental para a execução do trabalho.

Escolha ferramentas que caibam no seu bolso e que, ao mesmo tempo, proporcione agilidade, rapidez e facilidade nas atividades executadas. No início, esse tipo de investimento é realmente uma questão de estudo.

Dependendo do investimento inicial, as escolhas das ferramentas consideradas secundárias ficam para depois. Entretanto, existem alguns sistemas fundamentais para reverter erros e manter a qualidade do trabalho em alta desde o início. Afinal, seu objetivo é começar com o pé direito e alcançar as metas estipuladas no modelo de negócios, correto?

Separe uma verba para investimento em tecnologia que irá te ajudar a conquistar clientes, organizar melhor todas as ferramentas e ainda, aumentar a qualidade do negócio de forma progressiva.

Precisa de uma sugestão? Dê o play no vídeo abaixo:

 

Parece muito bom para ser verdade e é. As empresas prestadoras de serviços que já utilizam o sistema de gestão de equipes externas conseguem aumentar em 40% a produtividade. Isso, sem alterar o quadro de funcionários com uma nova contratação.

Esse dado cai como uma luva aos novos empreendedores do setor que começam com uma equipe enxuta e já têm metas para começar como referência de qualidade e agilidade no atendimento ao cliente.

Se você é um deles, então, entenda como funciona na prática ao agendar um teste prático gratuito. Acesse aqui sem nenhum custo. 

 

Estude sempre! 

A legislação muda diariamente. E a regulamentação de empresas não foge às regras.

Novos impostos, cobranças estaduais e municipais e porque você paga cada uma delas. As regras e leis trabalhistas também são outros fatores que vira e mexe são alterados. Com isso, esteja sempre informado para atuar dentro do que a legislação exige.

Se precisar de uma forcinha com conteúdos sobre gestão, no nosso canal no YouTube você encontra várias orientações rápidas sobre temas que fazem parte da rotina de empreendedores. Clique aqui, inscreva-se e comente os vídeos.

A Field deseja muito sucesso na sua jornada. E para conhecer nosso trabalho, acesse nosso site.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a utilizar esse site, entenderemos que você concorda com isso. Visite nossa Política de Privacidade