Manutenção detectiva: o que é e como aplicar.

Manutenção detectiva: o que é e como aplicar.

Corretiva, preditiva, industrial, preventiva e detectiva. São tantos tipos de manutenção até quem atua na prestação de serviços pode confundir. E a Field não vai deixar isso acontecer, óbvio. Aqui no blog, já falamos de todas elas, menos sobre a manutenção detectiva, que será o tema desse nosso bate papo de agora. Vamos focar nas principais dúvidas sobre esse formato e também como implementar na sua prestadora. Tá a fim? Fique aqui com a Field e adquira mais conhecimento para seu negócio.

Saber os tipos de manutenção promove uma escolha assertiva no momento de indicar não só ao cliente, mas também direcionar o técnico com a habilidade indicada para cada uma. A gente já falou lá em cima, mas não custa relembrar. São diversos tipos e como abordamos aqui no blog, segue o conteúdo para você fazer uma revisão, caso queira relembrar o papel de cada uma antes de prosseguir com a detectiva:

Temos a manutenção corretiva: Manutenção corretiva: como melhorar sua gestão; 

A manutenção preditiva: Como realizar manutenção preditiva?;

E uma das mais importantes, a manutenção preventiva: Como manter uma receita recorrente com manutenção preventiva?;

Manutenção industrial: Maneiras de realizar manutenção industrial;

Antes, nada melhor do que estar preparado para atender a toda essa demanda. Sua prestadora pode oferecer todos esses tipos de manutenção citados acima e mais a detectiva. Você pode sim! Basta ter uma gestão muito bem focada e organizada, com isso, a produtividade só vem. E é possível começar agora, com uma demonstração do sistema de gestão de equipes externas que vai te ajudar a atender todas essas demandas.

E agora, vamos partir para o nosso tópico da vez…

Manutenção detectiva: o que é?

O nome já sugere algo, ela detecta alguma coisa. Mas o que será? Sabe aquelas falhas que ninguém vê ou que não são imperceptíveis logo de cara, como uma peça quebrada? Então, a manutenção detectiva atua como uma proteção para que máquinas e equipamentos parem de vez, ao diagnosticar falhas que não travam todo o funcionamento ou comprometem a segurança das pessoas e do local. Geralmente, é aplicada em indústrias e fábricas com equipamentos de grande porte.

A manutenção dectectiva basicamente acontece nos sistemas de comando ou de proteção. O lance é, não basta encontrar as falhas de forma prévia e evitar transtornos bem graves. Mas sim, entrar em ação e partir para o ataque na mesma hora.

Testes para detecção de falhas, mais conhecidos como TDF

A nomenclatura literalmente já diz tudo. Os testes são feitos para checar se algo interno, escondido lá dentro, não está bem. Com isso, é possível programar visitas por meio da manutenção corretiva e efetivar realmente a correção desse equipamento antes da falha promover alguma pane em todo o sistema.

Aqui, é possível perceber a forte ligação entre a detectiva e a corretiva. Especialistas, inclusive, apontam que esse é o combo de sucesso para realmente evitar paradas repentinas e até perdas irreparáveis.

O que é manutenção não planejada?

Manutenção não planejada é a correção de uma falha ou falta de desempenho que acontece de maneira aleatória, ou seja, que não era esperada.

O que é manutenção preditiva exemplos?

A manutenção preditiva auxilia a antecipar correções de problemas que poderiam impedir o funcionamento do equipamento. Exemplos: - Evita que o equipamento pare a produção; - Aumenta a eficiência; - Previne manutenções desnecessárias;

Quais os tipos de manutenção programada?

Existem vários tipos de manutenção, porém as que são programadas são: preventiva, preditiva e a corretiva que podem ser planejadas ou não.

Como é feita a gestão da manutenção detectiva?

Sim, é preciso ter uma boa gestão para aplicar essa manutenção. Você viu que ela é tão importante para um negócio que oferecer uma gestão estratégica é a melhor opção que sua prestadora fará por para si mesma, mas principalmente para o cliente.

Quem domina o assunto é você, e nada melhor que estar programado e preparado para instruir os responsáveis pela manutenção detectiva da fábrica/indústria.

Por isso, ter uma gestão muito bem desenhada (na teoria e na prática), promove boa comunicação com as equipes externas que estão em campo e também com o cliente, por meio de processos e ferramentas digitais.

Não ficar de fora e oferecer mais esse formato de manutenção te garante uma maior visibilidade e competição em uma fatia do mercado que pode agregar muito, mas muito valor no seu negócio.

Ah, e se você ainda não captou a mensagem sobre o que é a Field Control, somos uma super aliada da sua produtividade, tipo best friend mesmo. Isso porque desenvolvemos possibilidades reais que fazem a equipe atender mais visitas, eliminamos problemas da gestão e implementamos facilitadores dos processos. Quer tudo isso para seu negócio?  Você pode fazer parte do nosso time de mais mil prestadoras e 20 mil técnicos que já se adequaram e são referência na região onde atuam. É só chegar: www.fieldcontrol.com.br.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a utilizar esse site, entenderemos que você concorda com isso. Visite nossas Política de Privacidade