Modelo de O.S.

BAIXAR

Gerenciamento de riscos: como proteger sua empresa

Gerenciamento de riscos: como proteger sua empresa

Você já correu riscos? E a sua empresa? Os riscos podem ser de qualquer natureza: acidentes, perdas materiais, financeiros, sem contar os que envolvem até o risco de morte. Mas fique tranquilo que aqui não é nenhuma página que irá te vender apólice de seguros. Neste texto, a Field vai te explicar como o gerenciamento de riscos pode proteger a sua empresa. Isso, abordando o que é o conceito, como funciona e o que sua prestadora de serviços pode fazer para oferecer esse tipo de serviço. Sem contar que proteger o seu próprio negócio pode cair muito bem.

 

Sabe aqueles planejamentos estratégicos que sempre precisamos fazer para o bem da nossa empresa? O gerenciamento de riscos é um deles. E como o próprio nome diz, ele gerencia possíveis riscos de acordo com o seu modelo de negócio e área de atuação. A orientação aqui logo no começo do texto é que você estude sempre sobre o mercado. Se manter informado e obter a maior quantidade de informação, desde que seja de qualidade, pode te auxiliar muito a desenvolver esse projeto. Quem conhece o mercado que atua, sabe os riscos que corre. Você pode começar com alguns livros que indicamos no link: Livros para gestores de equipes externas.  Ler o noticiário econômico é sempre importante também. Escolha uma mídia que você mais se identifica: rádio, tv, jornal, portal, podcasts e até perfis nas redes sociais. Só verifique a confiabilidade das fontes. Fique longe das fake news!

 

Recapitulando… o gerenciamento de riscos e incidentes tem o objetivo principal de prevenir impactos negativos que possam interferir a operação daquela empresa. Vários processos podem fazer parte. No nosso caso, prestação de serviços, o responsável pelo projeto pode envolver desde as estratégias de venda com o departamento comercial, relacionamento com o cliente, até o técnico que atua na rua. Feito isso, basta inserir orientações e técnicas que possam reduzir drasticamente possíveis danos. E isso inclui até a saída de técnicos que tem habilidades com qualidade acima da média do mercado. Quanto a isso, a gente te orienta aqui: Como reter um técnico de equipe externa.

 

Faça um mapeamento dos riscos que sua empresa sofre hoje. A Field indica que você faça um para a prestadora como negócio e outro focado na sua gestão. Por exemplo: qual processo quando interrompido, pode parar com todas as visitas daquele dia? Existe algum risco disso acontecer? E caso aconteça, o que o gestor fará para contornar a situação? Deixar o cliente esperando não é uma boa, ainda mais sem uma justificativa. Mas não será apenas um, serão todos os agendados naqueles dia, mais os que abriram chamados de última hora. Essas visitas irão se acumular até você realmente dar cabo no problema. Essa quadro é desesperador, nós sabemos e pedimos desculpas se causamos algum sentimento nada bom em você. Mas esse é um alerta. Se você não se sentiu bem só de ler, imagine na hora do vamos ver? O desespero não resolve problemas, só deixa-os mais graves.

 

O que o gerenciamento de riscos:

🦄 Elimina impactos negativos;

🦄 Proporciona o monitoramento e a frequência necessário para evitar problemas;

🦄 Melhora a produtividade da prestadora;

🦄 Reduz custos desnecessários e efetiva economia de processos;

🦄 Facilita a tomada de decisão em momentos críticos;

🦄 Auxilia no progresso da prestadora como um todo;

🦄 Evita possíveis “surpresas” durante a operação e gestão das equipes.

 

Entendeu agora porque você realmente precisa desse gerenciamento?

 

Como pode ser colocado no serviço externo?

Como serviço na sua prestadora, você pode oferecer o gerenciamento de riscos por meio de um plano, caso os equipamentos essenciais para o funcionamento local parem. Na verdade, o real foco é evitar ao máximo que isso aconteça e mensurar sempre os riscos, condições e forma de operação. Mais que fazer um plano, incluindo os diversos tipos de manutenção: preventiva, corretiva, preditiva e industrial, você pode elaborar um treinamento em casos de emergência para que as pessoas responsáveis no seu cliente saibam o que fazer nos primeiros indícios de incidentes.

Uma das propostas é ter a tecnologia a seu favor. Quando a prestadora passa a ter ferramentas e processos digitais, os serviços são mapeados e atualizados em tempo real, sem necessidade de inserir dados de forma manual.

Entre os processos que passam a ser tecnológicos estão ordem de serviço, relatório, relatório fotográfico, check-list, painel de controle com dados de visitas em andamento, agendadas e o principal, as impedidas. Tudo isso integra um sistema de gestão de equipes externas, utilizado pelos técnicos, por meio de um aplicativo e pelo gestor, por meio de uma plataforma web que pode ser acessada por computador, tablet e aplicativo também.

Afinal, reduzir riscos e aumentar a produtividade é o foco de todo gestor de equipes externas. E a Field te ajuda nessa tarefa. Um sistema simples, intuitivo e que atende as necessidades das prestadoras de serviço porque foi desenvolvido exclusivamente para elas. Se quiser conhecer na prática coo reduz o tempo de espera dos seus clientes, saber onde seus técnicos estão em tempo real e ter dados sobre a sua produtividade, agende agora uma demonstração e seja referência no seu segmento.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.