Treinamentos de segurança do trabalho

Treinamentos de segurança do trabalho

A segurança do trabalho é tão importante que existem diversas normas que a regulamentam. E quando se trata de atualização, você já pensou o quanto sua equipe está preparada? Pensando na resposta, a Field aborda neste texto os treinamentos de segurança do trabalho.

A segurança não é complexa. É sim, necessária e obrigatória.

Garantir que nenhum acidente que possa ser evitado aconteça é um dos focos das empresas.

Para isso, existem equipamentos de proteção individual e os equipamentos de proteção coletiva.

Nem todos os profissionais necessitam utilizá-los.

Algumas categorias precisam para exercer as atividades em questão.

E mais que oferecer os equipamentos, os treinamentos de segurança do trabalho não só ensinam como utilizá-los de forma correta.

Um dos principais objetivos é orientar como agir em casos de emergências e acidentes.

Aquela história de achar que o técnico está protegido por andar com uma caixa de primeiros socorros no carro é bem falha.

Na hora h, o que cada um deve fazer? E como fazer? E mais ainda… o que não deve ser feito de jeito nenhum.

 

Treinamentos de segurança do trabalho

 

Por que oferecer?

Equipe de sucesso é aquela que está sempre atualizada.

E isso não envolve apenas os processos do dia a dia que refletem na produtividade.

Os treinamentos de segurança do trabalho também fazem parte.

Significa que, em toda a agenda de treinamento da prestadora, é necessário abrir espaço para mais um.

Se essa atividade soa como novidade para você, como gestor, não se preocupe.

Você pode mudar a realidade nos próximos meses.

O principal é que a empresa encare essa atualização como um investimento, não como prejuízo.

Quanto mais bem preparados e informados, melhor o desempenho dos técnicos. E não importa a área de atuação.

Porém, caros leitores, quando se trata de segurança… nas possíveis situações que podem ser enfrentadas é quase questão de vida ou morte.

Não, não estamos dramatizando.

Alguns segmentos atuam com produtos químicos altamente tóxicos, outros a mais de 20 metros de altura, e tem os que fazem manutenção em fios de alta tensão. Viu como não é tão simples assim?

Quer começar a planejar o treinamento da sua galera? Tem conteúdo aqui no blog da Field sobre:

 

Como organizar? 

O primeiro passo não é só agendar um dia.

Antes de marcar qualquer data, a principal pergunta é: quem vai fazer o treinamento?

Uma pessoa interna ou há necessidade de contratação?

Em casos de treinamentos de incêndio, contatar o Corpo de Bombeiros do bairro é a melhor orientação.

Agora, se o foco for a sua atividade exercida, o gestor que tenha domínio e preparo no assunto pode orientar.

Importante fazer um roteiro com tudo o que é preciso ser abordado.

Programe para um treinamento de, no máximo, oito horas, com intervalos para almoço e café.

O conteúdo não pode se prolongar muito devido à atenção ser chave para o sucesso de todo o treinamento.

Você pode começar com a explicação sobre o que caracteriza um acidente de trabalho e quais os potenciais riscos de acordo com a área e segmento que a prestadora atua.

Não esqueça de reforçar a importância do uso dos EPIs.

E você como gestor não pode deixar de lado o preenchimento da ficha no momento da distribuição: Como fazer uma ficha de EPI: aprenda o passo a passo.

Um dos momentos mais importantes do treinamento é orientar sobre o que fazer quando acontece um acidente.

Por isso, caso tenha necessidade de contratar um profissional especializado, não hesite! Contrate! Busque indicação e referência.

Não é qualquer pessoa que está habilitada a oferecer o conhecimento certo e adequado principalmente com foco em instruções em casos de acidentes.

Preservar vidas em primeiro lugar!

 

Quem deve participar?

Todos os técnicos que atuam com manutenção e instalação.

Caso na sede, a prestadora tenha estoque ou armazenamento de produtos químicos, todos os que atuam no local também precisam participar.

Reforce que a atividade é obrigatória.

Caso aconteça a contratação de algum técnico logo depois do treinamento, esse profissional deve receber também todas as instruções.

Reforce a segurança todos os dias

Não apenas em dia de treinamentos que a segurança deve aparecer como assunto.

Reforçar sobre EPIs e EPCs, indicar que quando estão em mau estado é possível solicitar reposição e ir além.

Você pode fazer o a mais ao conversar com cada técnico sobre como está o dia a dia, se em alguma atividade a insegurança surge, se ele está apto a atuar em casos de acidentes.

Gerar conscientização sobre a importância da segurança deve ir além de dias fora da rotina.

A pessoa que é responsável pela mensagem, tem que estar sempre bem preparada quando ao discurso.

Não deve ser aterrorizante, mas nem suavizar os riscos. O mais indicado é jogar a real. Mas de forma séria e comprometida.

Caso a gestão esteja enfrentando problemas de engajamento da equipe, a Field também pode te orientar: Motivação e produtividade: como engajar colaboradores na sua empresa?.

E quando falamos de engajamento, não é apenas sobre treinamentos de segurança do trabalho.

O colaborador que veste a camisa não só da empresa, mas da profissão em si, está ciente da segurança. E nada melhor do que saber que se está protegido. E também apoiado pela prestadora na qual se presta serviço.

Só te damos o alerta para que o básico também esteja bem adequado para o exercício da função. Ferramentas e processos alinhados e de acordo para o melhor atendimento de clientes possível.

Quer melhorar os que você já utiliza em campo? Confira nossos modelos. É só clicar no link baixar e conferir se atende as demandas das suas visitas: 5 exemplos de planilhas para prestação de serviço.

 

E então, esse conteúdo tirou suas dúvidas?

A Field espera que sim!

Se você prefere adquirir conhecimento por vídeo, sem problema nenhum! Nós temos também!

Está a fim de falar sobre gestão e muitos outros temas? Vem com a gente: Field Control no YouTube.

 

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a utilizar esse site, entenderemos que você concorda com isso. Visite nossas Política de Privacidade