Quais são os tipos de avaliação de desempenho?

Quais são os tipos de avaliação de desempenho?

Por mais que a empresa ande bem, ajustar a vela durante a navegação, de acordo com o vento é importante. Por isso, os tipos de avaliação de desempenho são essenciais durante todo o fluxo de trabalho.

Não, você não está em um blog de dicas marítimas. É um blog de gestão de prestadoras de serviços mesmo. Mas o exemplo caiu bem, não acha?

Acima de tudo, desempenho é o que toda equipe quer. Mas é qualquer desempenho?

Assim, existe o desempenho que cai e aumenta, de acordo com o mês. Existem os que aumentam a cada período, por meio de metas. E outros que caminham de trás para frente. A empresa começa super bem e regridem.

Esse último aí deve ser bem difícil lidar. Por isso, os tipos de avaliação de desempenho são importantes.

A parte fácil é estabelecer metas. A mediana é por em prática. E a mais difícil é seguir um nível de crescimento constante.

O que é preciso para ter um sucesso crescente? Três palavrinhas resumem tudo: foco, dedicação e esforço.

Tipos de avaliação de desempenho para prestadoras de serviços

Existem várias. Mas aqui vamos focar em prestação de serviços, ok?

Em primeiro lugar, o que será que é preciso para mensurar como está o desempenho de cada setor?

E não é só os técnicos que passam por elas. Ou a equipe como um todo. Os líderes também passam pela avaliação.

Além disso, os clientes também.

Unindo os resultados, é possível chegar a boas conclusões.

No entanto, não pare nelas, ok?  Vá além. Corrija erros, reprograme rotas.

Além de dar oportunidade de melhorar o desempenho da empresa como um todo, a avaliação de desempenho pode dar uma métrica sobre como anda o clima organizacional.

Ficou em dúvida sobre o tema? Se liga aqui: Clima e cultura organizacional influenciam sua equipe externa?

Autoavaliação

Assim, se você achar que isso é um lance de terapia, por quê? É muito legal e até importante fazer. E poderá te ajudar muito a saber quem você é e seus propósitos.

Mas, quando se trata do mundo corporativo, a autoavaliação pode ser em um momento de reflexão rápida. O ideal é que você separe aqueles minutos preciosos para a tarefa.

De preferência, em um ambiente sem celular ou telefone. Sabe aqueles minutinhos que todo mundo precisa ter pelo menos uma vez ao dia?

Em segundo lugar, cada membro da equipe irá se autoavaliar. O resultado deverá ser sigiloso. Além disso, a pessoa deverá se sentir confortável em responder as perguntas.

Isso pode incluir desde o quanto se sente em relação ao cumprimento das tarefas até a carga horária.

Quer algumas sugestões de perguntas? Bora lá:

  • Atualmente, eu me sinto confortável no meu cargo?
  • Algum problema impede que a minha produtividade seja maior?
  • Estou apto para assumir outras funções na empresa?
  • Gostaria de trocar de equipe/liderança? Por quê?
  • Tenho expectativa de continuar na empresa?
  • Estou sobrecarregado?
  • Minha carga horária condiz com a minha contratação?
  • Eu mudaria de emprego caso recebesse uma proposta amanhã?
  • Meus horários estão regulares?

Com as respostas, o colaborador (a) poderá checar quais pontos poderá melhorar, se a empresa realmente é a meta profissional ou até se almeja algum outro cargo.

Sem contar que se conhecer é realmente libertador. Muitas vezes, ficamos em determinada empresa/função em modo automático e fechamos os olhos sobre todo o meio corporativo a nossa volta.

Por isso, olhar para dentro de vez em quando é necessário.

 

Avaliação da equipe

Em terceiro lugar, a equipe precisa ser unida de acordo com a missão, visão e valores da empresa.

Acordar todo dia, vestir o uniforme e partir para a primeira visita do dia tem um objetivo. E não pode ser pagar os boletos no fim do mês.

Já que o foco é prestadora de serviços, você pode começar pelas dores:

  • Como está a pontualidade da equipe?
  • Os técnicos tem boa avaliação dos clientes?
  • As visitas correspondem ao objetivo de forma esperada, resolvendo os problemas? (instalação/manutenção)
  • O atendimento ao cliente está satisfatório?
  • O clima entre os técnicos está adequado?
  • A comunicação entre gestor e equipes flui?
  • Qual é a média de atendimento por mês (equipe/técnico)?

Por essas sugestões é possível se ter uma base.

Cada realidade irá moldar as avaliações. O importante é que as perguntas sejam assertivas e que no momento da resposta, não haja dúvidas.

 

Avaliação da liderança

Quem lidera também precisa ser avaliado.

Afinal, nem todo líder é bom no que faz. É uma verdade que dói, mas precisa ser lida.

Ser um bom líder não é uma arte e nem um dom. Os perfis de liderança são baseados em diversos aspectos: promover motivação, adequar habilidades, corrigir erros, ter comunicação efetiva, entre outros.

Não vamos focar nesses quesitos porque não é o tema central do texto. Se for do seu interesse, a gente te dá algumas dicas: Dez qualidades de um ótimo líder de equipe.

Para o líder, além de ser avaliado pela equipe, pode cair muito bem a autoavaliação.

Quando citamos a comunicação nas sugestões da equipe, cabe muito bem aqui.

Se o líder não exerce bem a comunicação, fica bem difícil a realidade. O desafio já é grande, pois a equipe fica na rua e o gestor na sede. Quando não há uma troca de informações efetiva e bem estruturada, todo mundo sai perdendo. Principalmente, o cliente.

Então, seguem sugestões de perguntas para a avaliação de desempenho de liderança:

  • A organização atende as expectativas da equipe?
  • As demandas são solicitadas em tempo hábil de serem cumpridas?
  • As ferramentas e processos implementadas atendem bem as demandas das visitas?
  • O líder está aberto para as sugestões e críticas?
  • A agenda de reuniões com a equipe e individual com cada técnico atende as necessidades?
  • Os resultados (positivos e negativos) são compartilhados?

 

Sobre organização e planejamento, podemos te apoiar com o seguinte conteúdo:

Avaliação do cliente

Se o principal motivador da empresa existir não for ouvido, então a prestação de serviços oferecidos podem ser em vão.

Esse tópico é tão importante que merece um texto só para saber sobre o assunto. Ainda, preparamos modelos que você pode implementar logo após a leitura. Acompanhe!

Só pedimos uma atenção na forma como será aplicado esse modelo que está entre os tipos de avaliação de desempenho. Não pode ser qualquer forma. E a abordagem precisa ser cuidadosa, assim como o tempo que será dispensado para coletar as informações.

Então, bora aprender mais?

Só não esqueça de voltar aqui e encerrar essa leitura, hein? Nada de deixar de cumprir o que começou.

 

Análise da avaliação de desempenho

Por fim, como tabular todas essas respostas?

Fazendo risquinhos em uma folha sulfite? Claro que não. Você como gestor não tem tempo para isso.

Um sistema de gestão cai bem nessas horas. E não apenas para distribuir os formulários e pontuar as respostas.

Mas para te dar toda as projeções em um relatório pronto. Ou seja, a sua função será apenas a análise.

Consegue imaginar um mundo com essa facilidade? Pois é, você vive em um com uma ferramenta dessa já disponível.

Se você ainda não a conhece, tudo bem! Nas próximas linhas, iremos te apresentar o Field Control.

 

Não, ele não um sistema de tipos de avaliação de desempenho. Existe essa ferramenta. Mas não é a única.

Como o próprio nome já diz: sistema de gestão de equipes externas. Ou seja, com ele, acompanham diversos processos que irão melhorar a sua produtividade. Inclusive, muitos dos apontamentos inseridos nos resultados das avaliações que citamos acima.

Algumas das funções são:

  • ordem de serviço digital;
  • localização dos técnicos em tempo real;
  • checklists e formulários;
  • relatórios;
  • organização de equipamentos;
  • facilidade de agendamento.

Tudo o que uma gestão precisa para manter tudo com um funcionamento adequado. Nem é uma pergunta. É uma afirmação. A  Field entende muito a sua realidade, por isso promove essa facilidade de melhora na produtividade.

 

Por que não mudar agora?

Por mais que escrevamos aqui, nada melhor do que saber como é na prática. Que tal agendar uma demonstração?

O teste é grátis. E não é fake. Tanto que no cadastro nem pedimos o número do seu cartão. É só clicar: QUERO PROMOVER UMA MELHOR PRODUTIVIDADE. 

Conte com nosso time de apoio que está disponível aqui, na janelinha ao lado.

E também, com alguns tutoriais complementares no site: www.fieldcontrol.com.br .

A partir daqui, sua prestadora terá condições de mudar a realidade atual. Sempre mais alto. E se for com a Field, seremos um time imbatível.

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a utilizar esse site, entenderemos que você concorda com isso. Visite nossas Política de Privacidade