Devo ter planejamento organizacional na empresa?

Devo ter planejamento organizacional na empresa?

Se você ainda não tem, é algo a se pensar. Existem diversos tipos de planejamento que uma empresa pode adotar. E por que escolher um focado na organização? Neste conteúdo o nosso foco é que você termine a leitura sabendo o que é, porque aplicar e como produzir um planejamento organizacional.

Se essas eram as suas dúvidas, continue com a Field e adquira mais conhecimento para a sua carreira.

Sabe aqueles processos administrativos que todo empresa reflete se vale a pena ou não? Então, essa é uma deixa.

Essa forma de gestão engloba outros três tipos de planejamentos que juntos, resultam no planejamento organizacional.

São eles, o planejamento estratégico, o planejamento tático e o planejamento operacional.

Nada melhor que ter todas as estratégias da sua empresa muito bem compiladas e instruídas para que todos os colaboradores atuem ao som da mesma música.

E não é só questão de ritmo. Cada pessoa tem o seu. Mas adequar como será a dança é de responsabilidade da liderança de cada equipe, departamento e também da gestão. Afinal, a administração e distribuição dos cargos é uma pirâmide que tem vínculos uns com os outros.

 

O que é planejamento organizacional?

Antes de mais nada, se pergunte: Por que devo me organizar?

A Field acredita que é um dos princípios da existência de uma empresa. Não importa se você atua com venda de produtos ou serviços. Se o foco é B2B ou B2C. O mais importante é saber porque a empresa existe. E não apenas baseada em lucro.

Por isso, que a missão, visão e valores existem. Mais que norteadores, são uma luz para os que querem traçar um caminho no negócio.

E o que o planejamento organizacional tem a ver com isso? Por simplesmente ser um conjunto de ações que visa implementar ferramentas e processos para a empresa. O objeto central pode ser conquistar crescimento. E esse progresso pode ser econômico, estrutural, em recursos humanos. Com foco individual ou tudo junto e misturado mesmo.

Depois da tomada de decisão, é arregaçar as mangas. Isso quer dizer, desenvolver estratégias e ações para se alcançar o que é estipulado:

  • O que será necessário?
  • Qual o investimento no orçamento?
  • Quais as ações?

Tudo isso é respondido no momento da construção. Não deixe de mensurar os resultados de tempos em tempos. Relatórios, acompanhamento da rotina, retorno de clientes e aumento de vendas podem ser indicativos.

E não esquece que um prazo precisa ser estabelecido.

 

Definir o planejamento organizacional melhora o foco nos resultados. Imagem: Pixabay

 

Quais elementos o compõem?

É um planejamento composto por outros três. Cada um com um objetivo, mas que quando tem resultados, reflete diretamente na resposta que o organizacional quer.

A empresa não precisa desenvolver todos. Escolher apenas oque cabe mais na fase já é adequado.

Vamos conhecer quais são eles?

 

Planejamento estratégico

Aonde sua empresa quer chegar? Quer estar na capa de revistas do setor como o destaque daquele ano? Dobrar vendas, ser foco de investidores?

São alguns exemplos, ok? Quem vai determinar isso é a sua atual realidade.

O foco é sempre o futuro, que pode ser não tão próximo. Mas o ideal é que não seja muito longe. Estabelecer metas para uns cinco anos a frente é um bom caminho. Ou seja, ele dá a direção para o destino final.

Por que não para 10 anos? Bom, poder até pode. O problema é que uma década é tempo pra caramba. E ainda, quem tem empresa sabe que o desempenho não depende apenas do lado de dentro.

Existe o mercado interno, mercado externo, concorrentes, PIB, inflações, pandemias (que podem mudar todo um formato de trabalho).

Não estamos rogando praga não. É a verdade nua e crua do mundo dos negócios. Se você está há um tempo na caminhada, sabe muito bem do que estamos falando.

 

Planejamento tático

Aqui, o prazo é médio. E não a longo prazo como o citado acima.

É aplicado em situações bem específicas. Alguns planejamentos envolvem toda a empresa. Já outros apenas alguns departamentos. Esse é o nosso caso.

Para implementar ações e estratégias por departamentos, é uma opção muito adequada.

Inclusive, podem ser braços do planejamento estratégico. Juntos, cada departamento cumprindo o tático, o resultado será animador.

E toda e qualquer área pode ter um planejamento tático para chamar de seu. A galera de vendas, o time de sucesso do cliente, os desenvolvedores, os responsáveis pela comunicação, e assim por diante.

Já que o estratégico é a direção, o tático é o gerencial das demandas que fará com que o planejamento siga no caminho certo.

Caso algum saia fora da curva, dá tempo de corrigir. E para não deixar as falhas desapercebidas, os responsáveis devem acompanhar os processos de perto.

 

Planejamento operacional

Esse aqui é bem importante. Não diminuindo os outros. Mas organiza toda a operação que será realizada durante o ano todo. Por isso, comece a planejar o da sua empresa ainda no ano anterior à implementação.

A gente explica todos os detalhes no link: Planejamento operacional por divisão de setores.

 

Tenha um histórico dos planejamentos anteriores

Não se culpe caso não os tenha ou se até mesmo, esse será o primeiro da sua empresa.

O importante é começar agora.

Esse histórico pode servir para balizar as ações passadas com um comparativo.

O que deu certo; O que não deu; Qual foi o nível de engajamento do time? O envolvimento e motivação dos líderes.

Ao mesmo tempo que não é algo tão complexo, não é tão simples assim.

Mais que focar os erros que são importantes para não serem repetidos, o resultado e o que fez com que se chegasse até ele precisa ter um olhar cauteloso.

Se deu certo, será possível repetir com novas estratégias de acordo com o atual momento da empresa e também com o time que pode ter novos integrantes.

E ainda, até o investimento pode ser maior, já que a empresa poderá estar em outra fase no fluxo de caixa.

 

Nos despedimos aqui, mas não com um ponto final. Mas com uma proposta de você saber mais sobre planejamento nos links:

 

Aproveite o acesso e visite nosso site. Será um prazer receber você: www.fieldcontrol.com.br. 

 

 

Equipe Field Control

O Field Control é uma poderosa ferramenta de gestão para empresas prestadoras de serviços. Para o gestor, organização e controle da empresa. Para os técnicos, praticidade e mais rendimento nas atividades do dia a dia.

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a utilizar esse site, entenderemos que você concorda com isso. Visite nossas Política de Privacidade